Terça, 23 de Setembro, 2014

Prefeitos das maiores cidades do planeta debaterão efeito estufa durante a Rio+20

O C40 se reunirá no Rio entre os dias 17 e 19 de junho no Forte de Copacabana. O objetivo é compartilhar projetos e políticas públicas que possam ser replicados em outras localidades.
Rio de Janeiro
As 60 maiores cidades do planeta prometem estabelecer metas para redução da emissão de gases do efeito estufa em um encontro paralelo à Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). A informação foi passada pelo prefeito Eduardo Paes, que integra o C40 (organização que abrange as maiores cidades interessadas em desenvolver políticas sustentáveis e ações locais para enfrentar mudanças climáticas).

O C40 se reunirá no Rio entre os dias 17 e 19 de junho no Forte de Copacabana. O objetivo é compartilhar projetos e políticas públicas que possam ser replicados em outras localidades. Além disso, o grupo pretende estabelecer ações conjuntas "para influenciar chefes de Estado a tomar decisões parecidas", como redução da emissão de gases tóxicos, disse Paes, na semana passada.

Para o prefeito do Rio, a questão ambiental é central para a manutenção dos investimentos na capital fluminense, além do bem-estar da população. "É um ativo econômico aqui. As pessoas decidem morar e investir no Rio por suas qualidade ambientais, mas podem fazer o inverso", declarou, durante lançamento da conferência Rio Clima, que também ocorrerá em paralelo à Rio+20.

Atualmente, o C40 é formado por cerca de 60 cidades sob liderança do prefeito de Nova York, Michael Bloomberg. Ele deve vir ao Rio participar da cúpula de prefeitos e elencou quatro metas para o encontro. Entre elas, a padronização da mensuração da emissão de gases de efeito estufa e a criação de um fundo para financiar projetos em cidades em desenvolvimento. As informações são da ABr.

Adicionar comentário

Seu apelido/nome:
seu email:
Comentário: