Sábado, 01 de Agosto, 2015
30/07/2015 por Vítor Ramalho

O centro ganha-se à esquerda

As políticas de austeridade praticadas pelo atual governo português causaram graves danos à classe média, empobrecendo-a de forma séria. Aproximando-se as eleições legislativas, o debilitamento dessa classe não pode deixar de estar presente na avaliação das políticas que um partido como o PS, o provável protagonista na próxima alternativa de governação, deve ter.

Leia mais

26/07/2015 por Carlos Fino

Memória do pesadelo nuclear

O restabelecimento das relações diplomáticas entre os Estados Unidos e Cuba, concretizado a semana passada com a reabertura das embaixadas nas capitais respectivas, trouxe-me à memória os momentos de grande tensão vividos no Outono de 1962, auge da crise dos mísseis.

Leia mais

23/07/2015 por Alfredo Prado

O arrastar da crise

Dilma Rousseff está cada vez mais isolada, política e socialmente. A percepção do cidadão comum é que a capacidade da presidente liderar o governo se esfuma cada dia que passa.

Leia mais

20/07/2015 por Carlos Fino

Portugal e Brasil de novo nas notícias pelos maus motivos

Entretanto, e apesar dessa diferença, parece também haver, na herança comum, alguma circunstância - talvez o patrimonialismo - que propicia atitudes menos claras na condução dos negócios. E aí seríamos até, ironicamente, demasiado iguais para nos entendermos...

Leia mais

13/07/2015 por Carlos Fino

A Europa não voltará a ser a mesma

A crise grega expôs dramaticamente as debilidades estruturais do Euro, exacerbou o fundamentalismo financista de inspiração alemã pelo qual hoje se rege a União Europeia e agudizou as contradições que atravessam o projeto europeu. (...)A humilhação da Grécia pode sair mais cara do que toda a dívida acumulada por Atenas.

Leia mais

07/07/2015 por Vítor Ramalho

O Futuro da União Europeia

O povo grego, martirizado por políticas cegas de austeridade que conduziram à queda de 25% do PIB, ao aumento da dívida para valores próximos de 180% e a uma taxa de desemprego de 26% pronunciou-se pela defesa da dignidade.

Leia mais

05/07/2015 por Carlos Fino

Sobreviverá a União Europeia até 2030?

Mas uma coisa desde já é certa – da forma como acabar (ou não) por ser resolvido o problema da Grécia depende o futuro do Euro e da própria UE. Por isso é legítimo reformular a pergunta de Amalrik e perguntar: Sobreviverá a União Europeia até 2030?

Leia mais