Segunda, 28 de Julho, 2014
27/07/2014 por Márcio Metzker

Firme na Indecisão

Pra mim a campanha eleitoral começou ontem, no trânsito, quando uma moça de coxas bem delineadas pela calça legging perguntou se podia colar no meu carro um adesivo do Aécio e do Pimenta da Veiga.

Leia mais

25/07/2014 por Antônio Achilis Silva

Eleições no Brasil: a vontade de mudar

A sabedoria política creditada aos mineiros – devidamente sustentada na história – reza que política é como nuvem: você olha e vê uma situação, olha de novo e consegue perceber outra. Tenho que levar esse dogma em conta quando me arrisco a uma leitura do cenário político-eleitoral no Brasil.

Leia mais

23/07/2014 por Alfredo Prado

Não é hip-hop, nem pop, nem rock...é ritmo de campanha

Não é hip-hop, nem pop, nem rock. É campanha eleitoral. De quatro em quatro anos acontece, como mandam as regras. É o mínimo que se pode fazer pelo Estado de direito brasileiro. Exercer o direito de eleger e ser eleito. O voto é obrigatório, como convém, não vá o povo lembrar-se de não comparecer.

Leia mais

21/07/2014 por Carlos Fino

Dois pesos, duas medidas e o mesmo alinhamento

O que espanta, em termos jornalísticos, é que uma cadeia com a importância e a responsabilidade da CNN se preste a atiçar o fogo sem aquele mínimo de distanciamento que as regras básicas da profissão exigem e o trágico exemplo do Iraque aconselharia.

Leia mais

18/07/2014 por Baptista Bastos

Sente-se que a pátria desperta

A manifestação de centenas de advogados, junto da Assembleia da República, é mais um significativo sintoma do mal-estar que percorre a sociedade portuguesa. Não há sector da nossa vida que não esteja em ebulição, com consequências dramáticas e, em alguns casos, trágicas.

Leia mais

11/07/2014 por Vítor Ramalho

Não há futuro sem memória

Não há futuro sem memória. Sendo este facto uma evidência, a UCCLA – União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa vai realizar entre 28 de outubro próximo e 25 de maio de 2015 uma homenagem aos ex-associados da Casa dos Estudantes do Império.

Leia mais

08/07/2014 por Jorge Horta

Sem açúcar, sem afecto

Sempre que o Brasil foi campeão de futebol, muitas outras nações o não foram, para tristeza de milhões pelo mundo fora. Para a Alemanha não importa apenas ganhar. Interessa, na verdade, vencer por tantos quantos forem possíveis. Não basta ser bom. É crucial atingir o óptimo.

Leia mais