Sábado, 31 de Janeiro, 2015
26/01/2015 por Carlos Fino

Grécia: um dia bom para a Europa

De Atenas a Madrid e Lisboa, de Roma e Paris a Dublin, ainda que com diferentes matizes, um sentimento de genuína alegria percorreu esta noite o velho continente ao conhecerem-se os resultados das eleições parlamentares na Grécia, que deram ao Syriza uma vitória histórica.

Leia mais

25/01/2015 por Alfredo Prado

Valha-me a Banda de Ipanema

Mas, na verdade, na verdade, também eu acreditava que sim, que apesar do pecado original da criação populista do projeto petista, ainda em plena guerra fria, com os generais da ditadura tementes do eventual crescimento comunista, o Brasil iria ser menos desigual. Equivoquei-me. Eu e milhões.

Leia mais

23/01/2015 por Vítor Ramalho

É urgente mudar de políticas

Por mais voltas que se deem é do mais elementar bom senso concluir-se que não é pela via que tem sido seguida que a U.E. assegurará continuar a ser um dos polos de maior desenvolvimento à escala planetária. É preciso e mesmo urgente mudar de políticas.

Leia mais

21/01/2015 por Márcio Metzker

Também não sou Charlie

Depois de 15 dias de praia, liguei a TV, inteirei-me do que se passa nesse mundão, fiquei entupido, tomei um laxante mental que resultou nessa manifestação sobre algumas polêmicas do noticiário, como a execução de brasileiros na Indonésia, arrastões nas praias cariocas e a crise do Charlie Hebdo.

Leia mais

19/01/2015 por Carlos Fino

O jovem provocador e o sapateiro homicida

"(...) Concordámos que o Papa Francisco foi quem sintetizou melhor, tendo tido a coragem, em ambiente tão crispado, de afirmar o óbvio: não se provoca a fé dos outros, não se mata em nome de Deus."

Leia mais

18/01/2015 por Cristiano Cechella

As multinacionais brasileiras em Portugal e na Europa – a importância da abundância

A carestia acontece muito pelo mau uso da consciência. Pelo medo, pela desconfiança, pelo orgulho e pelo egoísmo, e uma solução é a contínua integração das pessoas, dos povos, algo que está a acontecer e continuará ainda mais nos próximos tempos.

Leia mais

15/01/2015 por Carlos Luís Figueira

Do Outro Lado da Margem

A nova formação política que se encontra em estado de criação, composta pelo Livre e que se estende ao Manifesto, à Renovação Comunista e a um largo e significativo conjunto de gente sem qualquer filiação partidária, constitui no panorama político tradicional do País a introdução de um factor novo.

Leia mais