Sábado, 19 de Abril, 2014

Aldeia de pescadores em Cabo Verde abastecida a 100% com energia renovável

A central fotovoltaica de Monte Trigo, implementada pela empresa cabo-verdiana Águas do Porto Novo (APN), em parceria com instituições portuguesas, espanholas e francesas, tem capacidade para produzir até 200 kWh no período solar, enquanto a demanda na rede é de 100 kWh.

Praia - A aldeia de pescadores Monte Trigo, na ilha cabo-verdiana de Santo Antão, é a primeira localidade cabo-verdiana abastecida a partir de uma fonte energética 100 porcento renovável.

Até à data, o fornecimento de energia elétrica a essa aldeia piscatória de 300 habitantes era feito através de uma microcentral, equipada com um velho gerador diesel, que funcionava somente cinco horas por dia.

A inauguração da central fotovoltaica de Monte Trigo, que começou a funcionar em regime experimental desde fevereiro passado, vai ter lugar no dia 13 de agosto corrente, altura em que o Governo lançará a primeira pedra da interligação energética para a localidade vizinha do Tarrafal.

Os dois projetos são financiados pela União Europeia (UE) no valor de um milhão e quatrocentos mil euros.

A central fotovoltaica de Monte Trigo, implementada pela empresa cabo-verdiana Águas do Porto Novo (APN), em parceria com instituições portuguesas, espanholas e francesas, tem capacidade para produzir até 200 kWh no período solar, enquanto a demanda na rede é de 100 kWh.

Com a entrada em funcionamento, em 2011, dos quatro parques eólicos (Praia, Sal, São Vicente e Boa Vista) que se juntaram aos dois parques fotovoltaicos anteriormente inaugurados e a funcionar na Praia e no Sal, Cabo Verde já utiliza 25 porcento de energias renováveis na rede, e a intenção do Governo é chegar a 50 porcento até 2020.

Adicionar comentário

Seu apelido/nome:
seu email:
Comentário: